Procure no JP

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Portuguesa inicia a Copa Paulista com triunfo diante da Briosa

Texto e fotos: Fernando Martinez


Nove dias depois de se despedir da Série D do Brasileiro, a Portuguesa passou a encarar a nova (e difícil) realidade na disputa da Copa Paulista. É a única chance da equipe paulistana voltar a disputar o nacional em 2018. A estreia da equipe aconteceu na noite da terça-feira quando recebeu a Portuguesa Santista no Estádio Oswaldo Teixeira Duarte.

Essa é a quarta participação da Lusa na Copa desde que ela foi reformulada em 1999. Nas três anteriores, uma performance ruim com duas eliminações na primeira fase em 2005 e 2006 e a chegada nas quartas-de-final em 2004. Já a Briosa retorna ao torneio após oito anos e chega à sua sexta participação, a melhor delas em 2001 com o 13º lugar.


Associação Portuguesa de Desportos - São Paulo/SP


Associação Atlética Portuguesa - Santos/SP


Capitães dos times junto ao árbitro Daniel Bernardes Serrano, os assistentes Alex Alexandrino e Maurício Helder Alexandrino e o quarto árbitro Samuel Aguilar de Lima

O tradicionalíssimo confronto tem quase 70 duelos válidos só pelo Campeonato Paulista de primeira divisão de 1938 a 2006. Aqui na história do blog vi um deles, acontecido em 23 de março de 2005, também na capital, e que terminou com triunfo da Briosa por 2x1.

O público de 802 pagantes, a maior parte ressabiada após a péssima campanha na D, viu um jogo aonde o onze local começou melhor e logo aos onze minutos abriu o marcador com um gol de Bruno Duarte aproveitando passe de Fernandinho. O time continuou bem e por pouco não ampliou numa cabeçada de Gabriel que acertou a trave.

A Briosa não fez muita coisa no primeiro tempo, mas se segurou bem e no segundo passou a colocar as manguinhas de fora. A partida teve um nivel legal e ambas as agremiações poderiam ter marcado. Aos 11 minutos a equipe santista teve Pedro expulso e mesmo com um a menos levou perigo. A cada investida visitante, a torcida se arrepiava nas arquibancadas.

O veteraníssimo Marcelinho Paraíba carregou a equipe nas costas e o camisa 10 quase fez o seu numa falta que bateu no travessão. Apesar de boas oportunidades dos dois lados, o tempo regulamentar se esgotou com o tímido placar registrado no tempo inicial.



A jogada do primeiro gol da Portuguesa e a comemoração dos atletas


Cobrança de falta a favor da Briosa no primeiro tempo


Início de ofensiva paulistana pelo meio


Bola levantada dentro da área local no segundo tempo

O Portuguesa 1-0 Portuguesa Santista colocou os paulistanos na liderança do Grupo 3 depois da primeira rodada. Se não foi uma atuação antológica, pelo menos valeu os três pontos. Mesmo com muitos desprezando esse certame, é fato que a Copa Paulista é o campeonato mais importante da história da Portuguesa.

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário