Procure no JP

quinta-feira, 1 de março de 2007

Segue a sequência de péssimos resultados do Nacional

Opa,

Nessa quarta-feira tivemos mais jogos aqui com cobertura do JOGOS PERDIDOS. O Orlando já falou sobre o jogo que ele esteve presente e agora vamos com a minha rodada dupla. À tarde fugi até o Estádio Nicolau Alayon para curtir um genuíno clássico pelo Campeonato Paulista Série A2: o 18º ontra o 19º colocados. Em campo, Nacional e Taubaté tentando sair do desespero.

Uma equipe de peso do JP esteve na Comendador Souza: Emerson, David, Seu Natal e o Jurandyr, de licença no serviço graças ao nascimento da sua filha Isabela. Que ela seja bem-vinda ao mundo e que tenha uma ótima vida ao lado de seus pais. Ah, foi o primeiro jogo do Jurandyr depois de ser pai, no sábado passado... E com a simpatia já costumeira dos fiscais da FPF, conseguimos as fotos dos times posados:


Nacional AC - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


EC Taubaté - Taubaté/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem com o simpaticíssimo árbitro José Roberto Marques, os auxiliares Flávio Silveira e Cássio Almeida e o quarto árbitro Guilherme Porfírio. Foto: Fernando Martinez.

Bom, lá encontramos o "profeta" Paulo Gregori e o Guilherme, amigos do David e por conseqüencia amigos nossos também. Todos ficaram impressionados com a partida do Nacional... pena que pelo lado negativo. O time até começou tentando fazer algo de bom, coisa que não vem conseguindo há tempos.


Tentativa de ataque do Naça no comecinho de partida. Foto: Fernando Martinez.

Mas, na primeira chance que o Taubaté teve, o time abriu o placar. Isso foi aos 22 minutos, com o jogador Éber escorando de cabeça um cruzamento. O jogo, equilibrado, não dava muitas mostras de quem poderia marcar. Os dois times mostravam um futebol aquém do esperado, e mesmo com a criação de algumas chances para os times, o jogo ficou mais no meio-de-campo.


Marcação dura da zaga do Taubaté no primeiro tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

Aos 37 minutos, aproveitando mais uma bobeada dos donos da casa, o Taubaté ampliou. De novo o jogador Éber aproveitou cruzamento, e agora com os pés fez com que seu time respirasse para o segundo tempo. Intervalo de jogo e Taubaté 2 a 0.

O segundo tempo veio e o Nacional entrou em campo debaixo de um blecaute. Aos 5 minutos o Taubaté teve um gol anulado, e aos 10 o time fez seu terceiro gol. E esse terceiro gol foi um golaço. O mesmo Éber - olha aí o Naça fazendo o nome dos atacantes adversários - recebeu a bola em profundidade e driblou duas vezes o mesmo zagueiro para chutar sem defesa. Golaço!


Lance do segundo tempo do jogo entre Nacional e Taubaté. Foto: Fernando Martinez.

E como desgraça pouca é bobagem, o Naça ainda sofreu o quarto gol aos 24 minutos, em cobrança de pênalti - cobrado duas vezes - do jogador Reginaldo. A equipe local ainda perdeu a chance de fazer o primeiro gol aos 28 minutos, também em cobrança de pênalti. Em cobrança telegrafada, o jogador Everton perdeu a chance para os donos da casa.


Quarto gol do Taubaté... humilhação no Nicolau Alayon. Foto: Fernando Martinez.


Chance do Nacional fazer o primeiro gol desperdiçada pelo jogador Éverton. Bola e goleiro no mesmo canto = grande defesa. Foto: Fernando Martinez.

O Nacional ainda acabou fazendo seu gol, em bela jogada pela esquerda e definição do jogador Furlan, mas já era tarde e o desastre já tinha se consumado. Final de jogo: Nacional 1-4 Taubaté. Péssimo resultado do Naça, que está às beiras da Série A3 em 2008...

Saindo do Nacional, ainda voltei para casa para uma horinha de descanso, já que a noite seria longa, com minha ida - sozinho - ao Morumbi.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário