Procure no JP

segunda-feira, 26 de março de 2007

"JP Tour" pelo Rio Grande do Sul (parte 4 de 10)

Fala pessoal!

Vamos agora continuar com os posts da minha turnê 2007 pelo estado do Rio Grande do Sul. Depois de um dia de descanso oficial, o sábado foi vez de uma rodada dupla na capital gaúcha. A primeira parada foi um jogo num local em que estive na minha primeira visita à Porto Alegre, em 2003. Depois de um almoço caprichado no centro da cidade, rumei até o Estádio Passo D'Areia, aonde jogaram São José e Brasil de Pelotas, em jogo válido pelo Campeonato Gaúcho 2007.


Fachada do Estádio Passo D'Areia, agradabilíssimo local para se ver um jogo de futebol. Foto: Fernando Martinez.

Na hora que cheguei pude constatar a força da torcida xavante (a do Brasil) no estado. A quantidade de torcedores que foram acompanhar o time nessa partida era imensa, e mesmo entrando no mesmo portão do que os torcedores do "Zequinha", na entrada nada de mais grave aconteceu.


O escudo do São José, "O clube mais simpático do RS" pintado nas arquibancadas e a grande torcida xavante no Passo D'Areia. Fotos: Fernando Martinez.

Devidamente autorizado pelo pessoal da FGF, entrei no gramado para as fotos oficiais do jogo e para curtir a partida devidamente credenciado. Dessa vez não são fotos exclusivas, mas mesmo assim, acredito que ninguém em São Paulo publicará as fotos oficiais do jogo:


EC São José - Porto Alegre/RS. Foto: Fernando Martinez.


GE Brasil - Pelotas/RS. Foto: Fernando Martinez.


O simpático trio de arbitragem da partida com os capitães dos times. É, e o capitão do São José é o goleiro Danrlei, que viveu seus tempo de glória do Grêmio. Foto: Fernando Martinez.

Do centro do gramado, a poucos metros do campo de jogo vi um jogo difícil para os dois times. A primeira chance de gol clara foi do "Zequinha" aos 10 minutos. O camisa 9 Franciel cabeceou depois de cobrança de falta na área para grande defesa do goleiro Rodrigo Silva. O Brasil respondeu aos 16, quando Maykon perdeu boa chance em bola que cruzou toda a área.


Jogador do São José tenta se livrar da marcação de atleta do Brasil. Foto: Fernando Martinez.

Depois desse lance o jogo ficou mais truncado, com muitas faltas no meio-de-campo e sem chances agudas de gol. Só por volta dos 30 minutos as torcidas ficaram apreensivas novamente. E as chances foram dos dois times. Aos 34, o zagueiro do São José Gláuber, foi cortar bola na pequena área e quase marca contra. No minuto seguinte, O jogador Franciel cabeceou com perigo para os anfitriões.


O camisa 9 Franciel tenta marcar seu gol no jogo contra o Brasil. Foto: Fernando Martinez.


Falta perigosa para o São José no primeiro tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

Mas o grande lance do primeiro tempo aconteceu aos 41 minutos. Depois de pênalti de Matheus em Franciel, o mesmo Franciel bateu no centro do gol e o goleiro do Brasil Rodrigo Silva praticou grande defesa. A torcida do Brasil ficou indignada com a marcação do pênalti e quase invadiu o campo. Bombas foram jogadas em campo e muita confusão se viu nas arquibancadas.


O camisa 9 do São José perde, em cobrança de pênalti, a chance de abrir o placar. Foto: Fernando Martinez.

O jogo acabou indo para o intervalo sem a abertura do placar. No intervalo conversei com Felipe, repórter da Rádio Guaíba que curtiu a nossa presença no RS. Devido à confusão nas arquibancadas, acabei ficando dentro do campo também no segundo tempo.

O segundo tempo então veio e até a metade do tempo regulamentar não tivemos chances agudas de gol. O jogo ficou truncado demais no meio-de-campo, e a partida seguiu com alguma sonolência...


Jogadores do Brasil e do São José disputam bola na lateral de campo. Foto: Fernando Martinez.

Depois do meio do segundo tempo, foi o Brasil quem criou chances perigosas para abrir o placar. Aos 22 minutos, em bola cruzada pela esquerda, o jogador Maykon quase pega o goleiro Danrlei desprevenido. Ele acabou se esticando todo e jogando para escanteio. Aos 25 minutos, Fernando Melo, livre de marcação chuta por cima. As duas chances levaram à loucura a torcida xavante.


Vista geral do Passo D'Areia, com arquibancadas opostas reformadas. Foto: Fernando Martinez.

Mesmo com o São José criando algumas chances para tentar abrir o marcador, o jogo não saiu do zero mesmo: São José 0-0 Brasil de Pelotas. O resultado deixa o "Zequinha" em quarto lugar e o Brasil em sétimo lugar na Chave 2 do Gauchão 2007. E saindo rapidinho do estádio, fui de táxi mesmo para mais um jogo do Gauchão... e esse com time novo na Lista...

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário